Oeste e Sudoeste: Acordos para obras de duplicação da BR-163 ultrapassa R$ 12 milhões

sábado, 04 de dezembro de 2021 | Paraná

A cultura da conciliação na busca por solução de conflitos e pacificação social vem atingindo números expressivos na Justiça Federal do Paraná. O reflexo disso é a realização de mutirões de audiências, que acontecem em várias Subseções Judiciárias do Estado, com efeitos positivos para todas as partes envolvidas nos processos.

 

Na Subseção Judiciária de Toledo, por exemplo, o valor fechado em acordos chegou a R$ 12.494.444,40 em ações de desapropriação ajuizadas pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes para a duplicação da BR 163, entre Marechal Cândido Rondon e Toledo. Em 104 audiências realizadas entre os dias 23 de fevereiro a 25 de novembro, 88 acordos foram homologados pela Justiça.

 

O mutirão é a forma mais rápida e transparente de resolução das ações de desapropriação, segundo o juiz federal Wesley Schneider Collyer, da 1? Vara Federal de Toledo, responsável por coordenar a ação realizada na cidade. Ao realizar audiências de conciliação, a expectativa é sempre aumentar o número de acordos fechados, que hoje gira em torno de 90% de sucesso.

 

"As partes sentam, conversam e tratam assuntos relacionados tanto à questão financeira quanto do próprio imóvel. Ou seja, é uma oportunidade ímpar onde todos podem dialogar e sair com uma solução final para o litígio. É bom para as partes e também para o judiciário, que deixa de ter uma ação que poderia levar muito tempo para ser decidida", ressalta o magistrado.

 

Obras de duplicação

A rodovia federal é um dos principais eixos para o escoamento de produtos paranaenses e do Mato Grosso do Sul, permitindo, assim, o acesso ao porto de Paranaguá. A BR 163 está sendo duplicada em dois segmentos: o primeiro trecho está localizado entre Cascavel e o distrito de  Marmelândia - Realeza, com 74 quilômetros; e o segundo trecho entre Toledo e Marechal Cândido Rondon, totalizando 40 quilômetros de extensão.



Fonte: RÁDIO SAN FM COM ASSESSORIA | Foto: Divulgação/MS Via

Leia também

desenvolvido por goutnix.com.br